segunda-feira, 20 de agosto de 2018

«PROTEST !»




O catálogo da imagem: «Discover the universal spirit and timelessness of over 350 protest posters from all around the world and how they became the ultimate instrument of power to echo the voice of the people». Saiba mais. E aqui sobre a exposição «GET UP, STAND UP!» no MIMA em Bruxelas   associada ao catálogo.



quinta-feira, 16 de agosto de 2018

A «OPART» E A «MIRPURI FOUNDATION»


Leia aqui



Da capa da Revista Sábado de 9 a 15 de Agosto 2018


A notícia da primeira imagem fez «soar algumas campainhas» porque, bem vistas as coisas, desconhecia-se aquela fundação! Mas devia ser importante, com obra feita, para a Opart  fazer um acordo daqueles. Todos concordaremos que mesmo com «a corda na garganta» - como parece ser o caso da Opart, para quem não saiba, é o organismo institucionalmente   responsável pelo Teatro de São Carlos e pela Companhia Nacional de Bailado, e que quanto a financiamento disponível anda pelas ruas da amargura - não apoia, não coopera, quem quer! Por outro lado, até parecia uma resposta à noticia recente de que a Fundação EDP tinha acabado (ou diminuido, já não lembramos bem) o seu apoio mecenático  à CNB. Veja-se, por exemplo: 

Paulo Ribeiro demite-se porque “falta dinheiro e falta vontade política para levar a CNB para a frente”

 Em termos de imagem, no que se refere à Fundação, parece ser algo bem programado: ter o nome ligado «à opera» dá uma certa força! Prestígio. Credibilidade.
Tínhamos esquecido o assunto mas eis que reparámos na capa da Revista Sábado da semana passada, cujo artigo apenas lemos hoje - ver a imagem acima. Se estiver interessado na matéria (vale a pena) tente encontrar a revista, porque aquilo gera alguma perplexidade. Entretanto, pode saber-se parte pelo que está disponível na internet:

Atenção senhores passageiros, Paulo Mirpuri está de volta

De lá:«Foi protagonista de uma das mais “brilhantes” falências da história: a queda da Air Luxor, um processo de €86 milhões ainda em aberto e repleto de histórias mirabolantes. Paulo Mirpuri tem agora uma fundação "de pesquisas" e aterrou um A380 em Beja».Leia mais.
Conjugando o que a comunicação social nos dá a saber, Ministério da Cultura, via OPART, não é pedir muito que nos digam mais qualquer coisa sobre todo este enredo. Certo? Pelo lado «Mirpuri» percebe-se que o acordo faz todo o sentido para o renascer que planeiam ..., e até parece que a OPART « está a dar uma mãozinha».Pelo lado do Serviço Público que, na circunstância, compete à Opart zelar há qualquer coisa que não bate certo... Por isso aguardam-se explicações antes de se chegar ao Outono. Pensando bem, já, agora em AGOSTO. Para estas coisas, pelo lado do Estado, não há férias. Quanto às férias dos «Mirpuri», abordadas na revista, é lá com eles ...
Claro, esperamos, desejamos, que tudo tenha uma boa explicação. É que estamos necessitados de algo que nos alegre na cultura e nas artes vindo do institucional ... Para pior já basta assim, como está! Deixem-se de «aventuras».

terça-feira, 14 de agosto de 2018

«Fundação "la Caixa" lança programa de apoio à arte contemporânea em portugal»






«Fundação "la Caixa" lança programa de apoio à arte contemporânea em portugal
A Fundação Bancária "la Caixa", a primeira fundação em Espanha e uma das mais importantes a nível internacional, iniciou este ano a implementação da sua ação em Portugal, como resultado da entrada do BPI no Grupo CaixaBank. Em 2018, destinará 10 milhões de euros para o desenvolvimento de iniciativas sociais, científicas e culturais em Portugal. 
Como resultado da sua obra cultural a Fundação "la Caixa" lança em Portugal dois concursos para promover a criação no campo da arte contemporânea: um primeiro concurso para os artistas poderem tornar realidade e produzirem as suas obras de arte e um segundo para dar apoio a curadores emergentes.
Com este duplo concurso do programa “Apoio à Criação” - Coleção de Arte Contemporânea "La Caixa", de apoio à produção e à curadoria, a Fundação "la Caixa" continua a sua longa trajetória de compromisso com novos talentos no campo da cultura em geral e nas artes visuais em particular. Ao longo dos anos, reforçando o seu compromisso com a arte emergente, a Fundação “la Caixa” tem realizado diversas iniciativas com o intuito de projetar jovens que iniciam sua trajetória profissional.
Por outro lado, este programa está ligado a uma intenção histórica da Fundação Bancária "la Caixa": aumentar a capacidade de gerar conhecimento e sensibilidade para a arte mais atual. Nesse sentido, a Coleção de Arte Contemporânea "la Caixa" - atualmente composta por mais de mil obras - constitui um ponto de referência artística internacional, como se demonstra pelo empréstimo regular de algumas de suas obras para exposições em todo o mundo e a constante organização de exposições apoiadas pelos fundos da Fundação “la Caixa”. (...)». Continue a ler no site da ARTE CAPITAL. E saiba mais no site da Fundação LaCaixa.

sábado, 11 de agosto de 2018

SERVIÇO PÚBLICO NAS ARTES | EXCERTOS DE PERGUNTAS ESPECIFICAS FEITAS PELO PCP| «O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre os motivos para a exclusão ou redução de financiamento de algumas estruturas dos apoios sustentados às artes»


_____________________________________


os excertos das imagens foram retirados da documentação que nos foi enviada pelo Grupo Parlamentar do PCP. O e-mail:


«O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre os motivos para a exclusão ou redução de financiamento de algumas estruturas dos apoios sustentados às artes. Enviamos em anexo o conjunto de perguntas.

Caso acharem pertinente o envio de informação para uma possível intervenção do Grupo Parlamentar do PCP não hesitem em contactar.

Com os melhores cumprimentos,

Pedro Ramos

Chefe de Gabinete do Grupo Parlamentar do PCP»

 ____________________
O endereço: gp_pcp@pcp.parlamento.pt